domingo, 27 de julho de 2008

A lua e nós...

A lua me acompanha onde quer que eu vá. Nas noites frias e nas quentes, quando alegro-me e quando é a tristeza que faz morada em meu peito. Solitários, acompanhados de nossas solidões notórias.
A lua brilha. Resplandece em meio ao azul fechado e, mesmo em noites nubladas, irradia sua luz por qualquer frestinha que encontre.
Eu, cá do meu canto, sinto que já me falta o brilho de antes. Tento encontrá-lo num lugar qualquer de mim, perdido numa esquina vã de minha existência...e não acho.
Olho para a lua, aqui, no céu sobre minha cabeça. E penso em você, no teu brilho. Tento entender tanta coisa e, de tanto ter dúvidas, experimento o sabor estranho da mais profunda ignorância. Sobre o que pensas, sobre você...sobre mim, sobre a vida. A vida, essa história em forma de enigma, repleta de incertezas a cada página.
Olho para a lua, aqui, no céu sobre minha cabeça. E penso em você...! Lembro que ela, não importa se cheia, minguante ou crescente, sabe muito de mim e das minhas coisas. Ela, a mesma lua que enfeita tuas noites aí, tão longe...

Um comentário:

  1. Não sei porque, mas veio uma trilha sonora na minha mente agora...

    ResponderExcluir