domingo, 6 de abril de 2008

Ela é toda boa!

Em micareta no Rio, Ivete canta, faz charme e até separa briga na platéia...


É repetitivo, já falei disso aqui, mas os shows de Ivete Sangalo sempre têm um efeito quase terapêutico. Muito bom curtir o astral dessa baiana, pular ao som da sempre sagaz Banda do Bem e, de quebra, rir das piadas que a artista sempre acaba soltando do palco.
Ontem, Ivetuda pôs fogo no Riocentro! Levou convidados famosos e até o resistente Lulu Santos estreou numa micareta. O encontro dos dois, aliás, foi bem bacana. Preta Gil, ousada, perguntou quem gostaria de beijá-la. Não ouvi ninguém responder positivamente. Mas o que importa é que a cantora - em cartaz em Laranjeiras - se integrou com o som de Ivete e não fez feio ao encarar os sucessos da dona do show.
Para quem costuma freqüentar eventos dessa natureza, vale uma observação: felizmente, o índice de brigas pareceu bem menor. A única que vi, aliás, foi apartada pela própria Ivete. Do trio, ela disparou para os brigões: "Com tanta menina bonita, meu filho, você quer se agarrar logo com um homem? Tudo bem, pode até agarrar, mas primeiro tem que assumir que quer ficar com ele...". Todo mundo riu. E o valentão, até então se sentindo o poderoso, virou motivo de chacota...
Mas o público das micaretas - que pode ser insuportável em algumas ocasiões - também sabe ser divertidíssimo. E um dos ecos da festa merece ser registrado. Quando Ivete cantava "A Galera", o refrão foi devidamente adaptado à atual situação dos habitantes da cidade do Rio de Janeiro. Na versão original, a cantora diz: "E a galera?" e o coro responde: "ô, ô". Ontem, foi diferente. Ivete perguntou: "E a galera?" e uma voz antenada respondeu: "Tá com dengue". Muito engraçado!
Aliás, o número de mosquitos atacando no local me fez temer que os números da epidemia de dengue aumentem consideravelmente nos próximos dias. Torço para que não seja o caso. Por via das dúvidas, vale elogiar a micareteira que, prevenida, curtiu o evento com um frasco de repelente no bolso do short. Ela, certamente, quer continuar cantando apenas a versão original de "A Galera"...
Bueno, a micareta não se resumiu ao show de Ivete Sangalo. A Timbalada também passou por lá mas, infelizmente, achei muito ruim a apresentação do pessoal que veio do Candeal. O roteiro alternava músicas melosas e o som percussivo do grupo, que me pareceu perdido num ponto qualquer do caminho entre suas raízes timbaleiras e o desejado sucesso comercial. Uma pena! Já vi shows da Timbalada, com a formação anterior, diga-se de passagem, em que o foco era outro...

3 comentários:

  1. Eu nunca tinha visto um show da Timbalada, portanto não posso comentar se está melhor ou pior, só achei normal.rsrs

    O que não achei normal foi ter que pagar R$15,00 pelo estacionamento do riocentro, que é algo da prefeitura concedido por licitação a uma empresa privada...

    ResponderExcluir
  2. Ah! esqueci d comentar sobre brigas(sim, vi várias.rs) Pelo menos umas 3 no meio do público e um casal no estacionamento antes da micareta.hahaha Esse povo não sabe beber deveria beber agua d vaso de planta, assim matam a sede e as "casas" do mosquito da dengue...conheço gente q passou repelente antes d ir para lá.kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Ih, rapaz...então tive a sorte de ficar longe dos brigões. Acho um saco esse povo que sai de casa pra arrumar confusão!
    Abração e valeu pelos comments!

    ResponderExcluir