quarta-feira, 30 de agosto de 2006

Fuerza*

Aunque sientas cansancio,
aunque el triufo te abandoné,
aunque un error te lastimé,
aunque una traicion te hiera,
aunque una ilusion se apague,
aunque el dolor queme tus ojos,
aunque ignoren tus esfuerzos,
aunque la ingratitud sea el pago,
aunque la imcomprension corte tu risa,
cuando todo te parezca nada....
vuelvez a empezar y lucha.
*Achei esse texto na internet. Não sei de quem é, mas me identifiquei muito. E agradeço a Deus por, até aqui, não ter me faltado essa força pra ir em frente; mesmo quando tudo parece complicado demais. Como me disse uma colega de trabalho ontem, rir de tudo é uma arte. E me sinto verdadeiramente privilegiado por, nesse sentido, ser mais um artista.

Um comentário:

  1. Marco Aurélio Lisan2 de setembro de 2006 18:45

    Que bela mensagem apesar de doída. Você continua como sempre. Atento e sensível, um abraço amigo!

    ResponderExcluir