segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ainda sobre o caso da menina Maisa...

Acho que tá (quase) todo mundo de acordo em relação ao episódio da menina Maisa, no SBT. O patrão pisou na bola e expôs a garota desnecessariamente. Humilhada no palco, Maisa chorou por duas vezes e, criança, acabou massacrada por Silvio Santos e pelo auditório, enquanto os adultos riam como se tudo aquilo fosse apenas uma piadinha inocente. De mau gosto...
Agora, começam a pipocar notícias dizendo que a menina é louca pelo Silvio Santos e que, certamente, vai sofrer com o afastamento do programa. Sem falar que as crianças são cruéis e, certamente, vão confrontá-la com essa polêmica toda, o que a emissora e os pais de Maisa já tentam evitar.
Como se não bastasse, o MP anuncia que vai cobrar uma multa de R$ 1 milhão de reais ao SBT, pelos episódios que envolveram a garota.
Pergunto-vos: não estão superestimando esse caso não? E por que não há esse mesmo clamor em relação aos políticos corruptos e aos autores de obras que, embora supostamente públicas, não servem pra nada?
É claro que o caso da Maisa é sério. Mas acho que tem gente falando e fazendo muita bobagem antes de conhecer, de fato, a matéria. O Conselho Tutelar, por exemplo, já se manifestou, alegando que a menina tem pais presentes e é assistida por psicólogos há mais de um ano. Disso alguém já sabia? Não, né?
Acho que é preciso pensar. Mas acho que a história já virou factóide pra vender jornais, revistas e cliques preciosos em sites de celebridades. A seriedade da discussão, que é o que interessa, tá todo mundo devendo...
E você, o que acha?
Comentaê!!!

9 comentários:

  1. O único lado bom dessa história é essa menina sair do ar. Mas, a bem da verdade, acho tudo exagerado. A carga de trabalho e a exposição às quais ela é submetida, a graça que veem nela, a reação do conselho tutelar e mp, essa história dessa multa, os pitacos dos psicólogos de plantão... Ah, e acho mesmo um exagero dizer que ela passou por maus tratos. O Silvio brincou com ela (ok, pode até ter sido de mau gosto). Mas quem nunca brincou de dar 'susto' em crianças? Brincar do tipo 'vou pegar você!', fazer caretas, sei lá... E a Maisa simplesmente bateu a cabeça na câmera, ninguém a agrediu, gente...

    ResponderExcluir
  2. Ah, sim, o anônimo sou eu...rs

    ResponderExcluir
  3. Esta menina já deu o que falar quando entrou pra TV,agora saindo não seria diferente ne ??? Mas a verdade dessa história é que se ela é exposta pela mídia,ganha por isso, e com certeza não é mau ... Cabe aos pais decidirem o que fazer com a filha poxa...Ela já deu o que tinha de dar ... Agora já chega ne ????

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o Murilo no tocante ao clamor exagerado que o MP tem dado ao caso. Perdemos nós que adoramos essa menininha tão genial, que, não importa o que se faça contra, será sempre uma artista fantástica e cheia de carisma. Que volte a Maísa em um outro canal, pois pelo que eu sei o Silvio já contratou uma menina de aproximadamente 10 anos para tentar substituir a baixinha e é certo que não vai conseguir. Perde também o Silvio que não teve sensibilidade para respeitar a menina como não respeita de resto nenhum dos artistas que vão ao seu canal para trabalhar. Tânia

    ResponderExcluir
  5. Fico pensando... o que difere o trabalho infantil explorado na TV ao explorado atrás de um balcão de lanchonete? Uma criança na telinha é bonitinha. Atrás do balcão ajudando os pais a lavar louça ou a servir salgado é coitadinha... Incoerente eu acho. Nem a CLT explica.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Raffer, não entendo pq o trabalho de uma criança como a Maisa que trabalha na TV exaustivamente não é considerado exploração de trabalho infantil. Só é exploração qdo a criança corta cana, qdo é ridicularizada ao vivo não é exploração. O pior é q tudo é feito contra a menina, pq, agora, tiram ela do ar, como se a culpada fosse ela, ao invés, de organizar a vida dela na TV. Dentro do possível para uma criança da idade dela, que deve ter, uns 7 ou 8 anos.

    ResponderExcluir
  7. Na verdade ela tem só 6 aninhos.

    ResponderExcluir
  8. Lendo os comentários acima, só me resta repetir que essa menina já deu o que tinha que dar msm. Realmente cabe aos pais, responsáveis por ela, resolverem o que é melhor, já que não são ausentes como pensava.

    ResponderExcluir
  9. Paulo, concordo em parte contigo. Mas fico pensando na cabeça de uma menina pequena, diante de um auditório com umas 300 pessoas chamando ela de covarde. É um pouco demais, né? Quando a gente brinca assim a coisa é bem mais amena...
    Abs!

    Anônimo, brigado pela visita e pelo comentário. Acho que os pais dela têm mesmo que ficar de olho!
    Abs!

    Tânia, a menininha que ele contratou deve fazer outro programa. Confesso que não acho a Maisa essa cocada toda não. E o curioso é ver que o caso teve uma repercussão muito maior, inclusive, que a alcançada pelas edições do programa. Vá entender...
    Abs!

    Raffer e Sandra, o que diferencia é o glamour. Até quem faz as leis se fascina pelo universo da TV. Além, é claro, da grana envolvida nos estudos da menina e em todo o suporte para que ela cresça saudável.
    Abs!

    Amanda, acho que os pais dela poderiam se manifestar. Vi muita gente julgando os dois, como se a menina fosse uma largada no mundo.
    Bj!

    ResponderExcluir